Processo Industrial

Linha de produção ativa e eficiente

Produção industrial funciona durante 354 dias por ano.

O complexo industrial da Eldorado Brasil tem layout compacto e linha única, atualmente operando em ritmo de 1,7 milhão de toneladas por ano. Possui um moderno e inovador parque tecnológico, que garante alta produtividade e competitividade. Os equipamentos foram fornecidos por reconhecidas empresas mundiais.

A indústria é dividida em quatro grandes setores: produção, recuperação de reagentes, controle ambiental e geração de energia. Na produção, os ‘chips’ de madeira - oriundos da floresta plantada de eucalipto -, são cozidos em um vaso de pressão e transformados em pasta de celulose. O próximo passo é tornar a pasta branca, lavando-a e realizando um processo de branqueamento nos tanques, com uso de oxigênio e químicos. Depois, essa celulose é seca na forma de folhas e acondicionada em fardos.

Na recuperação de reagentes, a água usada para lavar a pasta de celulose é evaporada. As substâncias orgânicas vindas da madeira, e não utilizadas para produzir celulose, são processadas em uma caldeira para gerar vapor. Também são recuperados produtos químicos inorgânicos para serem reutilizados no processo produtivo. Atualmente o índice de recuperação desses insumos é de aproximadamente 97%.

A parte de controle ambiental promove a reutilização e o tratamento da água utilizada no processo produtivo, para que seja devolvida ao Rio Paraná nas mesmas condições em que foi captada. Também é realizado o tratamento dos gases emitidos durante a produção. A empresa reaproveita, ainda, os subprodutos do processo produtivo, destinando-os para outros usos.

Na parte de geração de energia elétrica, as turbinas que recebem o vapor gerado nas caldeiras produzem energia elétrica para a fábrica, para as plantas químicas de fornecedores e para a rede externa.